Sustentabilidade em prática

Sustentabilidade em prática: o uso de materiais eco-friendly na indústria

Diversos setores da indústria estão investindo mais na produção de materiais sustentáveis, com destaque para os segmentos de construção civil e têxtil

A preservação do meio ambiente é uma pauta que ganhou muita força em toda a sociedade nos últimos tempos. Diante dos estudos que mostram que a vida no planeta pode ser duramente afetada nas próximas décadas se nada for feito, governos, empresas e sociedade têm se esforçado cada vez mais para tentar reverter esse quadro.

Com o objetivo de priorizar a preservação do meio ambiente, uma das principais iniciativas dessa mudança de mentalidade é a adoção de materiais eco-friendly na indústria. Os mais diversos setores estão investindo pesado no uso desses tipos de materiais, como filamento PLA, tornando a produção mais sustentável e trazendo menos efeitos negativos para o planeta.

Abaixo, entenda melhor esse conceito e conheça alguns dos exemplos que estão ajudando a tornar o mundo mais sustentável.

O que são materiais sustentáveis?

Mas, afinal, o que são esses materiais sustentáveis ou eco-friendly? Podem ser considerados exemplos desse grupo aqueles materiais derivados de processos que causam impactos mínimos ao meio ambiente em sua produção. Em muitos casos, são materiais feitos a partir de matéria-prima orgânica.

Com a maior conscientização ambiental que se expandiu em toda a sociedade, as empresas têm se esforçado para desenvolver novas tecnologias e materiais dessa natureza. O intuito é conciliar os avanços tecnológicos com o desenvolvimento sustentável, encontrando soluções e alternativas que possam ser utilizadas pela indústria, agredindo o meio ambiente o mínimo possível.

Quais os exemplos de materiais sustentáveis usados pela indústria?

O conceito de materiais sustentáveis não é algo novo, mas nos últimos anos, surgiram muitos novos tipos desta categoria nos mais variados setores da indústria. Conheça alguns dos principais deles a seguir.

Madeira de demolição

A construção civil é um segmento que apresenta muitas das principais novidades no uso de materiais sustentáveis. Bioconcreto, tintas e telhas ecológicas, painéis solares, ecogranito e argamassa de argila são apenas alguns dos exemplos que já revolucionaram esse setor.

Um ótimo exemplo de material eco-friendly é a madeira de demolição, recolhida de construções desmontadas. Essa madeira é reaproveitada para produzir portas, janelas, móveis, painéis, teto, rodapés, forros e outros revestimentos. Além de sustentável, o resultado é muito bonito, conferindo um charme rústico aos projetos de construção e decoração.

Tijolo ecológico

Outro exemplo do segmento de construção civil é o tijolo ecológico, um material amplamente utilizado quando o projeto de arquitetura abraça o conceito de sustentabilidade. Ele é feito a partir da mistura de água e solo ou resíduos recicláveis, dispensando a necessidade da queima e, com isso, reduzindo a emissão de gases poluentes.

Bioplástico

O plástico sintético é um grande problema em relação à poluição do meio ambiente, pois é um material que demora a se decompor. Pensando nisso, foi criado o bioplástico, uma alternativa produzida a partir de matérias-primas biodegradáveis que tornam essa decomposição muito mais rápida.

Esse é outro material que tem ganhado espaço na construção civil. Normalmente, ele é utilizado na produção de rodapés, pisos e divisórias de ambientes.

Algodão orgânico

Além da construção civil, outro segmento que trouxe boas inovações com materiais sustentáveis foi o segmento têxtil. Um exemplo disso é o algodão orgânico, uma alternativa para o algodão convencional, que é produzido de forma a agredir menos o meio ambiente, mesmo utilizando uma fibra natural.

No caso do algodão convencional, sua produção envolve o grande consumo de energia, água e agrotóxicos, o que acaba sendo prejudicial para o meio ambiente. No caso do tipo orgânico, não há o uso de agrotóxicos e o uso dos recursos naturais são bastante inferiores. Assim, a produção de peças de roupa, como camisetas e calças jeans, pode acontecer a partir desse material.

Materiais sintéticos

Outro exemplo da indústria têxtil são os chamados materiais sintéticos, uma das principais inovações tecnológicas do setor. São materiais de origem vegetal, orgânica e outros materiais reciclados. O processo também é feito à base de água, livre de solventes e sem o uso de agentes químicos.

Esses materiais possuem diversas aplicações, como na confecção de calçados e em peças de vestuário como jaquetas. Assim, o processo envolve mais sustentabilidade e afeta menos o meio ambiente, mas sem abrir mão da qualidade do produto final.

Theodoro Massa

Theodoro Massa sempre teve vocação para pesquisar assuntos a fundo, até encontrar o que procurava. Seja uma informação, uma nova habilidade a ser desenvolvida ou um produto que estava precisando.

E foi essa vocação que o fez se formar em Publicidade. Visto que essa profissão se foca em buscar tendências e em descobrir as necessidades do cliente e do público-alvo.

Mas as buscas de Theodoro não pararam por aí. Identificando um crescimento de um modelo de negócio que data do início dos estudos sobre marketing, ele ingressou, de vez, no mercado digital.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

11 − três =

62 − 53 =