5 coisas que a rede 5G oferece à logística

 5 coisas que a rede 5G oferece à logística

Fique sabendo agora, 5 coisas que a rede 5G ofere à logística

Com a promessa de velocidades imparáveis ​​de upload e download de dados, cobertura mais ampla e conexões 5G mais estáveis, a tecnologia móvel de quinta geração chegou para transformar a conectividade móvel como a conhecemos. Espera-se que o 5G revolucione as cadeias de logística em todo o mundo, à medida que se tornará disponível em mais mercados nos próximos anos e melhorando cada vez mais o desempenho das empresas e principalmente no atendimento aos clientes.

Mais empresas estão usando dados para a tomada de decisões, para prever o desempenho futuro e otimizar a eficiência operacional, o que exigirá a coleta e análise de grandes quantidades de dados, alguns em tempo real.

Velocidades de dados exponencialmente mais rápidas e latência reduzida levarão a uma rede mais responsiva para suportar essa transformação, ao mesmo tempo em que abre caminho para que mais dispositivos inteligentes com Internet sejam integrados em toda a cadeia de abastecimento de logística. Isso tornará os processos logísticos mais rápidos, seguros e confiáveis.

Estas são as formas pelas quais o 5G afetará positivamente a logística:

1. Logística Digitalizada

Com dispositivos mais inteligentes, desde sensores de monitoramento de temperatura a veículos autônomos que se conectam às frequências finitas de redes celulares mais antigas, as operadoras de redes móveis estão ficando sem canais de rádio utilizáveis ​​no espectro atua

Mas a questão de espaços limitados para mais dispositivos na rede logo será coisa do passado, pois o 5G pode conectar mais usuários do que seus antecessores. Na verdade, para cada metro de cobertura, o 5G pode suportar mais de 1.000 dispositivos a mais em comparação com o 4G em velocidades de até 10 gigabits por segundo (10 Gbps), ou 100 vezes mais rápido.

Com velocidades mais rápidas, tempos de atraso mais baixos, áreas de cobertura maiores e consumo de energia comparativamente mais baixo, os dispositivos inteligentes podem se comunicar mais rapidamente entre si em velocidades ainda mais próximas do tempo real. Isso catalisará o uso de aplicativos de dispositivos de Internet das Coisas (IoT) sensíveis ao tempo e abrirá oportunidades para novos casos de uso em logística e muito mais.

2. Minimiza os riscos da cadeia de abastecimento

É fácil fazer o rastreamento do pacote ou pedido de pizza enquanto estiver na cidade. Mas ter o mesmo nível de visibilidade para mercadorias em trânsito internacional continua sendo um desafio devido à escala e à natureza abrangente da missão de entrega.

De acordo com uma pesquisa da Moor Insights & Strategy, quase 90% dos fornecedores de transporte e logística consideram a falta de visibilidade da cadeia de abastecimento um dos maiores desafios do setor atualmente. Na verdade, eles admitem que não há acesso à visibilidade para pelo menos metade de sua cadeia de abastecimento.

A ampla gama de benefícios de baixo consumo de energia do 5G abrirá caminho para novos recursos de monitoramento e rastreamento de condições utilizáveis ​​globalmente para pacotes e dispositivos.‍

Alguns desses dispositivos inteligentes incluem dispositivos de rastreamento movidos a bateria que podem ser conectados com segurança a contêineres, caminhões, caixas ou os próprios produtos monitorando a localização, temperatura, umidade, luz e outras métricas importantes. As fechaduras eletrônicas também podem ser habilitadas pela Internet para impedir e relatar atos de manipulação e roubo.

Tudo isso significa que as remessas de alto valor serão menos suscetíveis a invasões durante o transporte, graças ao melhor monitoramento em tempo real.

3. Caminhões autônomos em vias públicas

As disrupções tecnológicas estão acelerando as iniciativas em sistemas de condução autônoma, não apenas para carros, mas também para caminhões. Isso está definido para revolucionar a maneira como o transporte rodoviário de mercadorias é feito, marcando a mudança de processos intensivos em mão-de-obra para uma operação eficiente.

Com sua latência extremamente baixa, o 5G é um habilitador essencial para caminhões autônomos em vias públicas, onde cada milissegundo é importante. Isso ocorre porque os dados 5G podem ser transmitidos com um tempo de atraso de apenas 1 milissegundo, que é 50 vezes mais rápido que a rede 4G. Quanto menos tempo levar para um caminhão autônomo tomar uma decisão, mais seguras serão as estradas e mais confiáveis ​​serão as entregas.

Mas para que os caminhões autônomos sejam 100% adotados, os desafios de regulamentação governamental, infraestrutura, aceitação social e preocupações com segurança devem primeiro ser superados. Só então os benefícios da revolução da condução autônoma entrarão em jogo.

4. Conecte-se em ambientes internos e externos

‍Devido à melhor penetração em edifícios, as redes 5G podem combinar redes e operações internas e externas. O 5G pode conectar comunicações móveis como LTM ou 4G ao ar livre com tecnologia interna como WiFi. Por exemplo, os expedidores podem planejar um pedido de saída que inclua mercadorias em trânsito que ainda não foram recebidas no armazém.

Você pode começar a imaginar transições perfeitas na conectividade de rede de dentro do armazém para o transporte externo.

5. Operações portuárias mais rápidas e seguras

Para criar um sistema de transporte inteligente, sensores, câmeras e dispositivos são conectados a uma rede para formar um sistema de comunicação integrado. Veículos terrestres inteligentes não tripulados podem carregar e descarregar automaticamente, bem como transmitir suas informações de inventário de carga para que possam acessar áreas controladas.‍

A chave é esta: a coluna vertebral do sistema é construída com base em uma conexão rápida, confiável e de alta largura de banda que só é possível com a velocidade e o desempenho do 5G.

Os esforços de digitalização aqui estão abrindo uma série de possibilidades. Sincronizar IoT e Inteligência Artificial com boa conectividade, ajuda a criar um ambiente operacional ágil, seguro e eficiente.

+ posts

Theodoro Massa sempre teve vocação para pesquisar assuntos a fundo, até encontrar o que procurava. Seja uma informação, uma nova habilidade a ser desenvolvida ou um produto que estava precisando.

E foi essa vocação que o fez se formar em Publicidade. Visto que essa profissão se foca em buscar tendências e em descobrir as necessidades do cliente e do público-alvo.

Mas as buscas de Theodoro não pararam por aí. Identificando um crescimento de um modelo de negócio que data do início dos estudos sobre marketing, ele ingressou, de vez, no mercado digital.

Responder

+ 1 = 7